21 de dezembro de 2012

Presentes de Natal


Engraçado como antigamente via o centro comercial como um local a visitar para passar o tempo, e hoje mesmo quando preciso, na maioria das vezes não tenho vontade nenhuma de lá entrar.
Nesta altura de Natal então, a confusão instala-se. As pessoas andam "cegas" e aceleradas, batem umas contra as outras. Parece o fim do mundo.

Com muito sacrifício, este ano lá despendi uma tarde nas compras para presentes de natal. Já fui com uma ideia do que ia comprar e o local estudado. É mais ou menos: "Entrar, pegar e sair!".
Eu não costumo oferecer muitas prendas, por isso para mim também é fácil. Só compro para as pessoas mais próximas (pais, namorado e algum amigo mais próximo).
Tenho amigos que sabem que não são os presentes no dia de natal, ou a falta deles, que vão fazer com que gostemos menos uns dos outros. E aos meus pais ofereço aquilo que eu vejo que eles precisam, ou um mimo que seja realmente útil.

Sugestões:
  • Bolos ou biscoitos caseiros
    uma boa sugestão são as Bolachas de Framboesa, num bonito embrulho. 
  • Outras coisas comestíveis
    são sempre úteis porque à partida todas as pessoas saudáveis gostam de comer e beber, certo?
  • Vales-Prenda
    para usar em lojas que a pessoa em questão goste.
  • Livros
    eu prefiro em formato digital.
  • Entradas em cinema e espectáculos
    promover a cultura faz bem.
  • Caixas-Prenda
    estilo smartbox, com várias experiências à escolha.
  • Coisas práticas
    algo que saibam que a outra pessoa vai precisar comprar a curto prazo, mesmo que seja simples - ex: uma agenda ou um acessório para praticar desporto, enfim...coisas praticas e principalmente ÚTEIS. Prefiro isso a uma prenda mais elaborada mas menos útil.
O ano passado pedi coisas como: lentes de contacto, porque as minhas estavam a terminar ou uma agenda que precisava comprar.
Só coisas que eu sabia que tinha de adquirir caso não me oferecessem.
Algumas pessoas olham para estes pedidos como se não tivessem graça nenhuma. Mas para mim têm, porque ao oferecerem-me o que preciso estão realmente a ajudar-me. Em vez de me entupirem a casa de coisas que não me fazem falta.


Mais sugestões?

Sem comentários:

Enviar um comentário