18 de março de 2013

Destralhar a roupa: Balanço

Faz praticamente 5 meses que fiz este destralhamento ao meu roupeiro. 

Nestes 5 meses comprei apenas 3 peças de roupa (duas t-shirts de Verão básicas e uma camisola de Inverno), um par de botas castanhas e uma mala castanha (que substituiu a antiga, que estava gasta e já muito feia).

Sei que preciso comprar mais uma ou duas camisolas de Inverno, para substituir duas que deixei no armário em "modo teste", pois não tinha a certeza se as iria usar.
Passaram-se estes meses todos e ainda não as usei (ou porque não me sinto bem quando tento vesti-las, ou porque não combinam com as outras peças). É a prova que não preciso delas! Portanto serão substituídas assim que encontrar as peças perfeitas.

Não tenho sentido necessidade de comprar roupa ou acessórios para me sentir bem, como acontecia antigamente.
Tornou-se mais fácil também saber o que preciso quando vou às compras, porque conheço aquilo que tenho no roupeiro e assim não gasto dinheiro, nem entupo o armário desnecessariamente.

Vive-se bem assim, leve. Sem stress de cada vez que abro e já não me deparo com a roupa aos montes.



A Ana, fez um post sobre o seu Projecto 333, um desafio a que se propôs para usar apenas 33 peças de roupa durante 3 meses e tirar conclusões.
Ela faz um balanço da experiência «aqui» e acho que vale a pena ler. Acho um desafio super interessante e dos vários testemunhos que li sobre este tipo de desafios, todas as pessoas ficam surpreendidas com a mais valia de viver com menos.

4 comentários:

  1. Estava toda contente a ler o teu post, pois concordava com tudo, sem saber que no final ias referir o meu blog ehehe Muito obrigada :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)
      confesso que não o tenho seguido assiduamente, mas está anotado e vou lá dar umas espreitadelas de vez em quando.

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Também já comecei a fazer isso ao meu armário, mas preciso de fazer um destralhamento mais reforçado! :) Isto de ter dois armários tem muito que se lhe diga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Força! É bom que seja "de uma vez"! É terapia de choque, mas custa menos.
      E no meu caso foi super rápido, nunca pensei que fosse tão simples. :)

      Beijinhos

      Eliminar