12 de agosto de 2013

22 hábitos de pessoas felizes

Nada melhor para começar do que um post inspirador. 
Partilho aqui 22 hábitos para uma vida feliz e focada no presente, que li «aqui» e que as considero uma bíblia para levar comigo e relembrar.

Estou a pensar criar um poster com estas mensagens. Emoldurá-lo e perdurá-lo numa parede que o projecte com a força que ele merece.

1. Deixa de lado os rancores
Às vezes carregamos assuntos mal resolvidos com pessoas que apesar de já não estarem presentes na nossa vida de forma física, nos marcaram tanto que os levamos connosco durante anos. 
No entanto, precisamos libertar-nos desses fantasmas para podermos seguir em frente. Mas como?
Comigo resulta escrever uma carta (ajuda-me ser for mesmo em papel) para a pessoa em questão (que nunca será enviada, obviamente). Explico-lhe tudo o que sinto em relação ao que se passou e tudo o que penso sobre ela e o comportamento que me magoou. De forma crua e sincera. 
Outro exercício que ajuda é o exercício da "cadeira vazia". Que passa inicialmente por trazer à tona todos os sentimentos negativos associados a essas magoas e de seguida, expressar verbalmente tudo o que gostaríamos de dizer ao outro, imaginando que está ali presente. Pode parecer de gente maluca, mas já o experienciei e resulta. É usado em psicologia e é explicado por uma profissional «aqui». 

2. Trata todos com gentileza
Eu acredito que recebemos o que damos, então se eu quero ser bem tratada tenho que dar o mesmo. É lógico que não acontece 100% desta forma, pois vão haver sempre pessoas rudes e ninguém tem de ser alvo do "lixo" delas. Mas já fico feliz se fizer a minha parte. 

3. Trata os teus problemas como desafios
"Nobody said it was easy", mas... podemos sempre olhar para eles de outra perspectiva. 
Não vou dizer que problemas são óptimos e fingir aquilo que não é. Posso dizer é que podemos SEMPRE escolher como os encaramos, porque queiramos ou não eles vão sempre existir. Talvez «este artigo» ajude. 

4. Sê grato pelo que tens
Confesso que tenho dificuldade neste campo. Poucas vezes páro para celebrar aquilo que tenho. Não sei se é cultural, mas nós portugueses não temos por hábito celebrar as coisas boas. Enquanto que as más, por menores que sejam são sempre mais enfatizadas. 
Achei interessante «este post» da Ana, em que ela explica o seu "ritual da gratitude" que consiste em contar para alguém as 3 coisas boas do seu dia, e ouvir as da outra pessoa. Achei genial e quero implementá-la nos meus dias. Boa dica! 

5. Sonha grande
Eu interpreto esta dica como uma mensagem de incentivo para não desistir dos nossos sonhos e não um incentivo à ambição desmedida como algumas pessoas podem interpretar.
Para mim, esta mensagem não passa por ganhar muito dinheiro, ter uma grande casa ou comprar um carro topo de gama, mas sim uma motivação para alcançar os nossos objectivos e acreditar nas nossas capacidades.

6. Não te preocupes com coisas pequenas
Outra área que tenho de praticar. Sei que me deixo levar pela irritação com pequenas coisas do dia a dia. 
A ideia é perceber no momento o que está a acontecer e reverter a situação. Já o consegui fazer algumas vezes, mas ainda estou longe da perfeição.

7. Fala bem dos outros
Todo o comum mortal gosta de uma cusquisse, fazer disso um hábito é que não é de todo saudável. Já senti necessidade de me afastar de algumas pessoas, exactamente por terem este péssimo habito que só me trazia energias negativas. Contrariamente, falar bem dos outros já não é um hábito tão comum mesmo que tenhamos razões para isso. Porque não reverter esse hábito?

8. Evita dar desculpas
Não há muito a dizer. Assumir os erros não tem mal nenhum. 

9. Vive o presente
Este é o meu preferido. É o ponto de partida para tudo o resto, e já falei disso «aqui» e «aqui».

10. Acorda à mesma hora todos os dias
Nunca este hábito foi tão fácil para mim como agora. 
Mudei algumas coisas no meu dia-a-dia para o conseguir, nomeadamente no ambiente do meu quarto e principalmente na minha vida virtual. Noutro post explico melhor.

11. Não te compares com os outros
Erro crasso. E nós não somos parvos nenhuns porque não sei se já repararam, mas nunca nos comparamos com quem está pior. Deve ser um desejo inconsciente que temos de nos castigarmos fazendo comparações com os outros naquilo em que são melhores que nós. Isso cria apenas uma coisa: frustração. Não há nada de bom nesse hábito. Apenas nos podemos comparar connosco na linha do tempo. É como quando aprendemos na matemática que não podemos misturar na mesma conta "batatas com cebolas". Assim também não podemos comparar pessoas distintas, com vivências únicas, aprendizagens e objectivos de vida diferentes.  

12. Cerca-te de pessoas positivas
Esta já a implementei felizmente. Durante muito tempo foi um dos meus piores hábitos, mas depois de tomar consciência disso, mudei e sem remorsos. Até falei disso «aqui».

13. Tu não precisas da aprovação dos outros
Outra área problemática. Durante muito tempo achava que tinha de ser o que eu pensava que os outros queriam que eu fosse! Complicado? Mais complicado é viver assim e não me apercebia disso.
«Aqui» pode ler-se um depoimento sobre alguém que viveu desta forma durante muitos anos e as consequências negativas que isso trouxe para a sua vida.

14. Escuta os outros
Um hábito que se perdeu ao longo dos anos e com a quantidade de solicitações do dia-a-dia.

15. Cultiva relações sociais
Acho que não é preciso explicar. Mas às vezes esquecemo-nos que as relações precisam ser alimentadas e não se pode esperar amizade da outra parte, quando não existe um esforço da nossa.

16. Medita
Vou falar mais sobre o tema noutro post, mas para começar podemos rever este video.

17. Alimenta-te bem
Cada vez melhor.

18. Exercita-te
O meu maior desafio!

19. Vive minimamente
Nem preciso dizer mais nada. Os posts deste blogue não abordam outra coisa.

20. Sê honesto
Esta é do mais elementar, certo?

21. Sê tu quem controla a tua vida
É bom lembrar que na nossa vida somos nós quem manda e como disse antes, não devemos deixar que despejem em nós o "lixo", ou seja, as frustrações, os medos e as inseguranças. 
Somos nós quem permitir ou não que essas coisas aconteçam. 

22. Aceita o que não pode ser mudado
"Contenta-te com o que tens, alegra-te com a forma como as coisas são. Quando perceberes que nada te falta, o mundo pertence-te" - Lao Tzu

Sem comentários:

Enviar um comentário